A saga de um pastor simples e trabalhador: Antônio Meton Soares

Antônio Meton Soares, um dos membros mais antigos da Assembleia de
Deus no Maranhão. Seu nome consta no primeiro rol de membros da
Assembleia de Deus em São Luís com o nº 377. (Nos primeiros anos da
assembleia de Deus no Maranhão, os pastores membros da convenção, eram
registrados como membros da igreja na capital). Filho de Raimundo Soares
de Souza e Josefa Cândida de Maria. Nascido em Tamboril-CE, aos 04 dias
de junho de 1921. Converteu-se ao evangelho no dia 12 de agosto de 1945
em Pedro II – PI. Quem o ganhou para Cristo, foi o Evangelista José Pio da
Paz. Naquela mesma localidade Meton Soares, foi batizado em águas no dia
28 de agosto de 1947 e com o Espírito Santo em 31 de dezembro de 1949.
Após auxiliar no trabalho do Senhor no Estado do Piauí, mudou-se para
o Maranhão, sendo consagrado ao ministério de evangelista no dia 03 de
março de 1955, para servir em Vitorino Freire. Serviu também as igrejas em
Igarapé Grande e Guimarães. Sendo ordenado ao ministério pastoral no dia
26 de novembro de 1960, na cidade de Vitorino Freire. Pastoreou em seguida
a igreja em Caxias e Andirobal dos Crentes.


A partir de 1963 foi designado pela CEADEMA para trabalhar em Santa
Inês. Depois de cumprir sete anos de atividades pastorais nesta cidade foi
transferido para servir a Igreja em Pedreiras no ano de 1970. Estando já
viúvo de sua primeira esposa, casou-se segunda vez com irmã Maria
Leonardo de Souza Soares. Em 1990 foi outra vez enviado para o pastoreio
da Assembleia de Deus em Santa Inês.
Um dos destaques em seu ministério foi, certamente, a construção de
templos por todos os campos onde pastoreou. Dedicou-se também à
abertura de novos trabalhos e era um conservador dos princípios litúrgicos
assembleianos. Possuía um vasto conhecimento da História das Assembleias
de Deus no Maranhão e em todo o Brasil. Conheceu muitos pioneiros do
movimento pentecostal no Brasil, como José Pinto de Menezes, José Ramos,
Nels Nelson e Alcebíades Vasconcelos, bem como a maioria dos primeiros
obreiros da igreja maranhense.
Quando o entrevistei sobre sua trajetória ministerial, informou-me que
ao chegar a São Luís, no início da década de 1950, quando a igreja era ainda
pastoreada por Alcebíades Pereira Vasconcelos, só havia na cidade um
pequeno templo construído. Posteriormente, ajudou na construção do novo
templo central daquela igreja em vários mutirões, trabalhando ao lado do Pr.
Estevam Ângelo de Souza, de quem sempre foi um grande amigo e
admirador. Antônio Meton Soares substituiu o Pastor Estêvam Ângelo de
Souza na presidência da CEADEMA em fevereiro de 1996 e serviu naquela
função até o final de 1997, e, desde que deixou a presidência da convenção,
foi eleito o seu primeiro presidente de honra.
Somente a eternidade poderá contabilizar os frutos do seu ministério
pastoral: as muitas viagens a pé nos campos extensos que pastoreou, as
muitas construções de templos e casas pastorais, os cultos ao ar livre, as
grandes festas que dirigiu, as convenções que hospedou, e os vários obreiros
que apresentou ao ministério pastoral. Somente o Dono da obra, que tudo
vê, poderá, por tudo, recompensá-lo no dia do tribunal de Cristo, e
certamente, o há de fazer.
Ao completar 88 anos de idade e 19 anos no seu segundo período de
pastorado na AD em Santa Inês, o pastor Antônio Meton Soares entregou a
direção da Assembleia de Deus em Santa Inês ao pastor Rayfran Batista da
Silva. O processo de transição e o culto de posse do novo obreiro, em 26 de
dezembro de 2009, foram conduzidos pelo pastor Pedro Aldi Damasceno,
presidente da CEADEMA.
Desde que transferiu a liderança da igreja ao novo obreiro, o pastor
Meton Soares recebeu o título de presidente de honra da citada igreja, e
continuou residindo na mesma cidade, na companhia de sua esposa, filhos e
netos.
Sempre que podia, estava presente nos cultos de segunda-feira no
Templo Central e em outros trabalhos festivos da igreja. Ao lado de mais três
obreiros que também haviam pastoreado a AD em Santa Inês, o pastor
Antônio Meton Soares, recebeu uma grande homenagem por ocasião das
comemorações dos 72 anos desta igreja. Alegrou-se ao ser informado da
aquisição do terreno para a construção de novo templo central ou um centro
de convenções da igreja em Santa Inês e também expressou sua alegria com
um largo sorriso, quando o informamos sobre a construção do novo
auditório Pr. Antônio Meton Soares, ao lado do Templo Central.
Na madrugada de 7 de setembro de 2013, precisamente às 03h e
40min, foi chamado ao descanso eterno. Deixou um extraordinário legado à
sua família, à convenção estadual das Assembleia de Deus, à igreja em
Santa Inês, bem como a toda sociedade maranhense. Levou consigo a
esperança imorredoura da ressurreição no dia de Cristo. Paz seja sobre sua
memória.
Observação: se estivesse ainda entre nós, hoje (o4/06/2018), o
Reverendo Antônio Meton Soares, faria 97 anos.
Pr. Rayfran Batista da Silva
Líder da AD em Santa Inês e 2º vice-presidente da CEADEMA.

Coluna Pr. Rayfran Batista (Todos os domingos)

https://portalmaranhao.com/category/pr-rayfran-batista/

FONTEPr. Rayfran Batista
COMPARTILHAR