Sampaio Corrêa assina contrato com a Caixa

O superintendente da Caixa no Maranhão, Sérgio Penha, valorizou o acordo firmado, e acredita que ambas as partes ficarão ainda mais fortalecidas

Foto: Reprodução

Após anunciar a Caixa Econômica Federal como patrocinadora máster, o presidente Sergio Frota esteve, na manhã desta segunda-feira (26), acompanhado do seu staff, na superintendência do banco no Maranhão para assinar o contrato oficial, no valor de um milhão e quinhentos mil reais.

Na ocasião, os modelos das camisas foram apresentados, já com a logo da Caixa fixada e a marca Tubarão fabricada pela Bomache. É possível que haja algumas modificações pontuais até a data do lançamento (ainda com local e data a definir), mas a direção já trabalha para estrear o novo patrocínio no jogo desta quinta-feira contra o CSA pela Copa do Nordeste.

“É uma alegria muito grande, que divido com toda a torcida. Trata-se de um marco no futebol maranhense, ter a marca da Caixa estampada em nossa camisa, pois demonstra a credibilidade que o Sampaio possui atualmente, fruto de uma administração responsável, feita por pessoas comprometidas. Fica o meu agradecimento a todos por ajudar a tornar o Sampaio mais forte ainda”, destacou o presidente Sergio Frota.

O superintendente da Caixa no Maranhão, Sérgio Penha, valorizou o acordo firmado, e acredita que ambas as partes ficarão ainda mais fortalecidas: “São duas grandes marcas que se unem, uma agregação de valor mútua. O Sampaio é uma instituição tradicional, que tem demonstrado muita responsabilidade com a gestão fiscal, e não por acaso conseguiu este patrocínio, que só clubes da Série A e B, com suas obrigações regulares, podem obter. É uma honra para todos nós”, destacou.

Além do presidente Sergio Frota, estiveram presentes no ato de assinatura do contrato o diretor jurídico do Sampaio, Perez Paz, o diretor financeiro, Batista Oliveira, o vereador Aldir Junior, membro do Conselho Deliberativo, a equipe de comunicação e marketing Tricolor, além do setor comercial/marketing da Caixa Econômica.

FONTEJornal Pequeno
COMPARTILHAR