Motorista que atropelou urologista é autuado por ‘homicídio simples’ e ficará preso

Foto: Reprodução

Por: O Informante

Autor do atropelamento que matou o médico urologista Luís Carlos Muniz Cantanhede, de 56 anos, na manhã deste domingo, na estrada de Ribamar, Gilson Carlos Barros Ferreira está sendo autuado em flagrante pelo delegado Sebastião Uchoa, no Plantão do Maiobão, por ‘homicídio simples’. Tão logo termine o auto de flagrante, Gilson será recolhido ao xadrez, por se tratar de crime inafiançável.

O delegado Uchoa explicou a O INFORMANTE que decidiu autuar o condutor por homicídio simples, por dolo eventual, e também por embriaguez ao volante.

O Batalhão de Polícia Militar Rodoviário (BPRV) realizou os dois testes de alcoolemia em Gilson. Ambos apontaram índice de álcool no sangue do condutor do Celta, superior a 0,34, o que permite enquadrá-lo em ‘crime de trânsito’. No primeiro teste, deu índice de 0,84 e no segundo, 0,73.

O urologista Luís Carlos foi atropelado quando ia a pé com a família para São José de Ribamar, pagando uma promessa por estar se recuperando bem de um câncer. O velório será na Pax União e início está previsto para às 15h.

FONTEJornal Pequeno
COMPARTILHAR